ANTONY PROMOVE “MÃOS EMPENHADAS CONTRA A VIOLÊNCIA” PELA PRIMEIRA VEZ NO INTERIOR DO ESTADO DE SP

O Antony Beauty Center é o primeiro salão do interior do estado de São Paulo a promover o projeto “Mão EmPENHAdas Contra a Violência”, em prol da mulher e contra toda e qualquer forma de violência de gênero. Em julho, toda a equipe de profissionais da rede exercerão o papel de multiplicadores do programa, em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e apoio da promotora de justiça Dra. Gabriela Manssur (Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica, órgão do Ministério Público de São Paulo), através de seu site informativo “Justiça de Saia”(@justicadesaia). Uma iniciativa excelente da Juíza Dra. Jacqueline Machado do Mato Grosso do Sul que, juntamente com o Juiz Dr. Mario Assumpção, está replicando ineditamente no estado de São Paulo.

O projeto:

O programa terá sua primeira edição promovida no interior do estado pelo Antony Beauty Center, com o objetivo de capacitar e formar os profissionais da área da beleza para que sejam agentes informadores sobre o combate à violência contra a mulher, identificando e orientando as clientes com embasamento legislativo.

Criado em 2018 pela Juíza Jacqueline Machado com o respaldo da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul, o projeto surgiu com o intuito de capacitar os profissionais do ramo para que sejam multiplicadores de informação sobre o tema, identificando e orientando as clientes sobre como ter acesso aos serviços da rede de enfrentamento e proteção à mulher, a fim de reduzir os assombrosos índices de violência e opressão ilustrados abaixo, com base na Lei Maria da Penha de número 11.340/2006.

Índices sobre a violência contra a mulher:

impresso2

Por que abraçarmos a causa?

Tendo em vista tais pontos e considerando estudos estatísticos, observa-se que espaços como salões de beleza, centros de estética, depilação, entre outros, possuem grande fluxo de mulheres, onde comumente são oportunizadas trocas de ideias e falas abertas sobre o cotidiano, relações sociais e familiares de modo informal, porém contínuo. Em geral, o público que frequenta esses ambientes o faz semanal, quinzenal ou mensalmente, muitas vezes podendo trazer situações de violência doméstica.

Sendo assim, formando os referidos profissionais e abrangendo as diferentes regiões da comarca, promove-se a desmistificação de estereótipos de gênero e estimula reflexões que sejam capazes de promover o conhecimento, de empoderar a mulher, de ajustar a concepção sobre o espaço feminino na sociedade, de difundir a tolerância no espaço intra familiar, etc. e, dessa forma, podendo assim contribuir para a  redução gradativa dos índices, acima citados, de violência e opressão contra a mulher em todos os ambientes, sejam eles público ou privado.

Além disso, o Antony Beauty Center propôs-se a ampliar a discussão sobre o projeto, não limitando-o apenas aos espaços dos salões, mas sim divulgando-o nos centros comerciais nos quais está inserido, como shoppings e galerias, por exemplo, através de mídias físicas para a conscientização coletiva acerca do tema, e visando essa maior abrangência, a rede também atua nas mídias digitais. Desse modo, a comoção é expandida para o maior número de pessoas possíveis, pois a luta contra quaisquer atos de violência também é nossa!

Quer acompanhar o projeto de perto? Confira as atualizações do nosso perfil no Instagram (@antonybeautycenter)!

 

Escrito por: Iara Silva e Matheus Garutti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter